DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

TelegramEstamos também no Telegram, siga nosso grupo. Estamos no TelegramAcesse Siga

Charles Boycott: o homem que virou verbo

6 de abril de 2024

1370
Visitas

0
compartilhamentos

Acessibilidade
Array ( [0] => WP_Term Object ( [term_id] => 4072 [name] => Boicote [slug] => boicote [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 4072 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 1 [filter] => raw ) [1] => WP_Term Object ( [term_id] => 3479 [name] => EF09HI10 [slug] => ef09hi10 [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 3479 [taxonomy] => post_tag [description] => Identificar e relacionar as dinâmicas do capitalismo e suas crises, os grandes conflitos mundiais e os conflitos vivenciados na Europa. [parent] => 0 [count] => 14 [filter] => raw ) [2] => WP_Term Object ( [term_id] => 4075 [name] => EFHI0826 [slug] => efhi0826 [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 4075 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 1 [filter] => raw ) [3] => WP_Term Object ( [term_id] => 2688 [name] => Grande Fome [slug] => grande-fome [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 2688 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 2 [filter] => raw ) [4] => WP_Term Object ( [term_id] => 526 [name] => Irlanda [slug] => irlanda [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 526 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 2 [filter] => raw ) [5] => WP_Term Object ( [term_id] => 4073 [name] => lei de terras [slug] => lei-de-terras [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 4073 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 1 [filter] => raw ) [6] => WP_Term Object ( [term_id] => 4074 [name] => Longa Depressão [slug] => longa-depressao [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 4074 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 1 [filter] => raw ) [7] => WP_Term Object ( [term_id] => 2330 [name] => reforma agrária [slug] => reforma-agraria [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 2330 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 2 [filter] => raw ) )
BNCC

O inglês Charles Cunningham Boycott (1832-1897) era um militar que, depois de aposentado em 1872, trabalhou como agente de terras para Lord Erne, um nobre e grande proprietário de terras na Irlanda. Cabia a Charles Boycott receber os alugueis dos camponeses que trabalhavam nas terras de Lord Erne recebendo, para isso, 10% do total arrecadado.

Caricatura de Charles Cunningham Boycott, revista Vanity Fair, 29 de janeiro de 1881.

A situação dos camponeses, porém, estava muito difícil durante a Longa Depressão (1874 a 1879), período de recessão econômica mundial em que os preços dos produtos agrícolas despencaram. O quadro agravou-se em 1879, com a chamada Fome Irlandesa causada pela praga que destruiu as plantações de batata e a cólera que dizimou a criação de galinhas.

Muitos agricultores irlandeses não conseguiram pagar os aluguéis, especialmente nas regiões mais pobres. Sem nenhuma legislação que os protegesse, começou a ocorrer o despejo em massa de inquilinos famintos e, pior, em pleno inverno.

Os camponeses que trabalhavam nas terras de Lord Erne, pediram ao seu agente, Charles Boycott a redução de seus aluguéis, mas esse negou-se e iniciou as ações de despejo. Vigorava ainda a ideia do direito divino dos senhores sobre suas terras e de agirem como bem entendessem, sem qualquer questionamento.

Foi quando entrou em ação a Liga Irlandesa da Terra.

Liga Irlandesa de Terra

Fundada em 1879, a Liga Irlandesa de Terra, organizou a resistência dos camponeses da Irlanda contra os abusos dos proprietários de terras. Seu principal objetivo era abolir o latifúndio na Irlanda e permitir que os arrendatários possuíssem as terras em que trabalhavam.

As reivindicações da Liga eram: facilitar a obtenção de empréstimos para os inquilinos comprarem terras e exigir a aplicação dos “Três F” (free sale, fixity of tenure, fair rent) isto é:

  • venda livre – o inquilino poder vender sua participação a um novo inquilino sem interferência do proprietário;
  • fixação da posse – proibição do inquilino ser despejado se tiver pago o aluguel;
  • aluguel justo – que seria decidido pelos tribunais e não pelos proprietários.

A Liga encorajou os seus membros a negociarem o aluguel com seus senhorios. Se isso fosse recusado, o aluguel seria pago pelos inquilinos à Liga e o proprietário não receberia nenhum dinheiro até aceitar fazer um desconto.

A resistência incluía, também, não fazer a colheita e recusar-se deixar a terra.

Confronto entre a Liga Irlandesa de Terra e a polícia que estava lá para expulsar os inquilinos de suas casas.

Cartaz da Liga Irlandesa de Terras estimulando os inquilinos não pagarem os aluguéis enquanto os proprietários não baixassem seu valor.

A campanha contra Charles Boycott

Chales Boycott era famoso pela dureza com que tratava os camponeses e por sua inflexibilidade. Era o agente de terras mais odiado pela população e sobre ele caiu a maior resistência dos camponeses que fizeram uma campanha de isolamento total de Boycott em sua comunidade.

Os lojistas recusaram a atendê-lo, nenhum mercador lhe vendia sequer um ovo, na igreja ninguém sentava no banco onde ele estava, as pessoas desviavam dele nas ruas, os vizinhos não lhe dirigiam a palavra, o correio não entregava a sua correspondência.

Em uma carta ao The Times, de 14 de outubro de 1880, Boycott descreveu sua situação:

“[…] No dia 22 de setembro […] uma multidão uivante, gritou e vaiou para os membros da minha família. No dia seguinte, 23 de setembro, as pessoas se reuniram em multidões em minha fazenda […] Meu ferreiro recebeu uma carta ameaçando-o de assassinato se ele fizesse mais algum trabalho para mim, e minha lavadeira também recebeu ordem de desistir de minha roupa. Um rapazinho de doze anos de idade, que transportava a minha mala postal […] foi agredido e obrigado a desistir do seu trabalho. […] Acabo de receber uma mensagem da funcionária do correio dizendo que a mensageira do telégrafo foi parada e ameaçada na estrada […]. Não consigo contratar trabalhadores para fazer nada, e a minha ruína é abertamente declarada […].

A campanha de isolamento de Boycott fortaleceu o poder dos camponeses e, no final de 1880, camponeses em toda Irlanda estavam fazendo o mesmo contra proprietários e seus agentes.

O caso ganhou repercussão nacional. Os jornais enviaram correspondentes à Irlanda para destacar o que consideraram a vitimização de um empregado de um nobre britânico pelos nacionalistas irlandeses.

Os líderes da Liga Irlandesa de Terras foram levados a julgamento (28 de dezembro de 1880) sob a acusação de conspiração para impedir o pagamento de aluguel. O julgamento atraiu milhares de pessoas em frente ao tribunal. Em 24 de janeiro de 1881, o juiz encerrou o caso a favor da absolvição.

Como a imprensa britânica noticiou o caso da Irlanda: o “pobre” senhorio irlandês implora pelo aluguel, enquanto o inquilino fuma arrogantemente e esconde um porrete. Retrata a situação “invertida” resultante do ativismo da Liga Irlandesa de Terras. Caricatura, 1880.

O final da história dos inquilinos e de Boycott

O primeiro ministro Gladstone levou a discussão sobre a reforma agrária para o Parlamento. Em abril de 1881, foi aprovada a Lei de Terras da Irlanda na qual foi estabelecido o princípio da dupla propriedade da terra entre proprietários e inquilinos, e introduzidos os três F. A lei criou, também a Comissão Irlandesa de Terras, um órgão judicial que fixaria os aluguéis por um período de 15 anos e garantia a estabilidade da posse.

A essas alturas, a imprensa já usava verbo “boycott” (boicotar) significando intimidar. Em 1888, a palavra já aparecia no Novo Dicionário Inglês (mais tarde conhecido como The Oxford English Dictionary). A palavra também entrou no léxico de outras línguas como holandês, francês, alemão, polonês, russo e português.

Quanto à Charles Boycott, ele deixou a Irlanda e viajou aos Estados Unidos incógnito usando seu sobrenome Cunningham. Não adiantou: ao chegar a Nova York tinha uma multidão de jornalistas esperando por ele, e o New York Tribune noticiou: “ A chegada do senhor Boycott, que involuntariamente adicionou uma nova palavra ao idioma, é um evento de algo parecido com interesse internacional.” Boycott tinha virado um verbo e morreu com essa infâmia.

Uma das muitas ilustrações que apareceu em jornais e revistas no final do século XIX tratando com humor o crescente fenômeno do “boicote”.

Fonte

  • Marlow, Joyce. Captain Boycott and the Irish, London, 1973.
  • On this day: 24 september 1880: Captain Charles Boycottn sent to “moral Coventry”. Ript, 23 set 2023.
  • Charles Boycott: the man who vecame a verb. Amusing Planet, 12 jan 2023.

 

Doação
Doação

Estamos no limite de nossos recursos 😟 O site Ensinar História produz conteúdo de qualidade sem custos, sem propaganda e sem restrições aos seguidores. Contribua com nosso projeto realizando uma doação.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog:

    0
    Would love your thoughts, please comment.x