DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

TelegramEstamos também no Telegram, siga nosso grupo. Estamos no TelegramAcesse Siga

12 Dinâmicas para começar o ensino de História no 6º ano (e 5º ano também)

10 de janeiro de 2022

38
compartilhamentos

O ensino de História no 6° ano começa com a reflexão sobre o que é História – a ciência do tempo, isto é, dos homens e das mulheres no tempo. A partir daí o tema se desdobra para a produção do saber histórico (o trabalho do historiador), as fontes, as formas de registros, o tempo cronológico e o tempo histórico, as diferentes formas de marcar o tempo, as diferentes durações do tempo histórico, a periodização dos processos históricos, a percepção das mudanças e permanências.

É um conteúdo carregado de conceitos que exigem abstração e por isso, difícil para os(as) estudantes que iniciam o Fundamental II. Listamos abaixo 11 sugestões para começar suas aulas de História trabalhando esse conteúdo de maneira divertida e significativa. Ao final, uma sugestão de material para o professor se preparar.

CONTEÚDO

  1. Um conto para o 5° e 6° anos
  2. Tempo geológico
  3. Painel de fotografia dos alunos
  4. Desvendando o passado do professor
  5. Imagens do passado
  6. Revirando o lixo
  7. A História dos brinquedos (com material para download)
  8. Diferentes calendários no mundo de hoje (com material para downaload)
  9. Jogo “Corrida do tempo” (com material para download)
  10. Antigas profissões (com material para download)
  11. Escolas, cadernetas e boletins escolares (com material para download)
  12. Nossa percepção do tempo está correta?
  13. Material para o professor preparar sua aula

1. Um conto para o 5º e 6º anos

Trabalhar com a imaginação e o lúdico é sempre muito significativo para os alunos mais jovens. Contos, mitos, lendas, parábolas e fábulas são poderosos instrumentos de aprendizagem pois dialogam com o imaginário e a emoção, constroem metáforas que ajudam na compreensão de temas de caráter abstrato ou subjetivo.

Um dos meus contos preferidos é “Os Cegos e o Elefante”, uma bela metáfora que permite refletir sobre o que é verdade, o trabalho do historiador e divergências de opiniões. É um conto divertido e motivador para debater com os(as) estudantes um tema muito pertinente nos dias de hoje: como conclusões apressadas frequentemente geram respostas erradas.

Veja o conto na íntegra no artigo abaixo.

2. Tempo geológico

A animação alemã “Das Rad” (A Roda), de 8 minutos, mostra as mudanças que ocorrerem na paisagem ao longo do tempo. Duas rochas – Kew e Maurin – conversam a respeito. O diálogo é apenas efeito sonoro, sem palavras articuladas, uma linguagem que é perfeitamente compreendida por crianças e adultos. As mudanças que os dois personagens observam na paisagem ocorrem por ação da natureza e também por intervenção humana. Somente as rochas permanecem inalteradas. Mas por quanto tempo?

Acesse o link da animação e sugestões de atividades no artigo abaixo.

3. Painel de fotografias dos alunos

Esta atividade é própria para o 5º ou 6º ano introduzindo o aluno à primeira reflexão sobre o passado e suas mudanças e permanências. Para tal, peça aos alunos para trazerem uma fotografia de quando eram crianças, até os 7 anos de idade. Cada um deve escrever seu nome no verso da foto. Peça aos alunos para manterem as fotos como “documento secreto” e não mostrarem para os amigos.

Os alunos entregam as fotos para o professor que as fixa na lousa, de forma aleatória. Deixar espaço entre as fotos. Em seguida, cada aluno é chamado para identificar as fotos colocando o nome daquele que julga ser o retratado.

A atividade possibilita que os alunos se motivem a perguntar os nomes dos colegas, caso não se conheçam. Leva os alunos a perceberem traços fisionômicos comuns que se mantêm. Reconhecem mudanças e a passagem do tempo. O aluno da foto não existe mais como criança, mudou seu corpo, sua mente, seus interesses…

A atividade pode ser completada com a música “Como uma onda”, de Lula Santos.

4. Desvendando o passado do professor

Reúna vários objetos que dizem respeito à sua infância e juventude: brinquedos, livros, fotos, jogos, álbum de figurinha, recorte de jornal ou revista, diploma etc. Divida a sala em duplas ou trios e entregue a cada grupo um desses objetos.

O grupo deve analisar todos os detalhes do objeto procurando descobrir pistas que informem sobre o professor. Os alunos anotam as suas conclusões no caderno. Em seguida, cada grupo apresenta-as oralmente e, a partir delas, a classe deve buscar traçar o passado do professor.

O objetivo da dinâmica é mostrar aos alunos que o historiador trabalha da mesma forma, analisando objetos (fontes) para entender o passado.

Narradores de Javé, filme

“Narradores de Javé”. Direção de Eliane Caffé, Brasil, 2004.

5. Imagens do passado

Reúna fotos antigas de cenas cotidianas, costumes, moda, equipamentos (antigos aparelhos de som, por exemplo), veículos, trabalhadores, famílias, manifestações sociais (greve, comícios etc) ou mesmo anúncios do passado. As fotografias não precisam ser da mesma época, mas é importante que as imagens causem estranheza aos alunos. Pode-se encontrar um farto material no Pinterest.

Divida a classe em duplas ou trios e entregue a cada grupo uma ou mais fotografias. Cada grupo deve analisar o material procurando extrair informações sobre a época retratada, observando semelhanças e diferenças com os tempos de hoje. Para turmas do 8º ano em diante, que já tenham conhecimento de História, pode-se pedir para datar a fotografia mencionando século e década.

Depois que os grupos apresentarem a suas conclusões, lance perguntas desafiadoras: a fotografia é uma prova do passado ou uma representação? As pessoas fotografadas estão posando ou a imagem é espontânea? A fotografia pode ter sido alterada? O texto do anúncio é verdadeiro?

O objetivo da dinâmica é estimular os alunos a experimentarem o trabalho do historiador com fontes iconográficas. A leitura da imagem como documento histórico permite extrair informações, mas não se reduz a essa etapa: as informações devem ser checadas levando a novas pesquisas.

Sorriso de Monalisa,filme

“O Sorriso de Mona Lisa”. Direção de Mike Newell, Estados Unidos, 2003.

6. Revirando o lixo

Prepare um “bom lixo” para realizar essa atividade: páginas de caderno amassadas, pontas e aparas de lápis, caneta sem tinta, giz, recibos da cantina, guardanapo, etiquetas, tubo de cola, lembretes, rascunhos, páginas de revistas rasgadas etc.

Revirar o lixo e, com os alunos, descobrir o que cada material representa buscando reconstituir a trajetória de cada elemento, sua função e o que ele “conta” para nós. Com isso, mostra-se para o aluno como funciona o trabalho do historiador.

7. A História dos brinquedos

Uma atividade de pesquisa sobre a história dos brinquedos e que envolve a elaboração de cartões e a montagem de uma linha de tempo no formato de varal em sala de aula. O objetivo é trabalhar a noção de tempo histórico, a compreensão de mudanças e permanências.

Os brinquedos a serem pesquisados já estão listados e com breves descrições de sua história no site STUD HISTÓRIA. São mais de vinte brinquedos populares. A proposta é os alunos trabalharem em grupo tendo cada equipe uma lista de brinquedos para pesquisar.

Veja a explicação dessa atividade no artigo abaixo.

8. Diferentes calendários no mundo de hoje

Atividade para uma “aula invertida” em que cada grupo de alunos deve explicar um tipo de calendário em uso no mundo. O objetivo é os(as) estudantes comprenderem que a contagem do tempo é uma convenção e uma construção histórica.

A pesquisa de 10 calendários já está organizada, bastando distribuir os diversos calendários para os grupos que deverão montar uma tabela comparativa que servirá de base para um debate ou fórum de discussão.

Veja a explicação dessa atividade e material para download no artigo abaixo.

9. Jogo “Corrida do tempo”

É um jogo de perguntas e respostas que traz 40 enunciados sobre a produção do saber histórico, fontes históricas, contagem do tempo e pré-história. O(a) aluno(a) tem 20 segundos para responder (por isso o nome “Corrida do tempo”).

Atividade divertida que envolve todos os alunos com muita torcida. A cartela e as fichas do jogo estão disponíveis para download no site.

Veja a explicação dessa atividade e material para download no artigo abaixo.

10. Antigas profissões

Atividade com fotografias mostrando antigas profissões. Com a classe dividida em 6 grupos, cada um recebe 4 fotografias para examinar e identificar qual é o ofício, como se chama, se ainda existe etc. O objetivo é perceber mudanças e permanências.

A turma se diverte, estranha e se surpreende com as imagens. Muitos identificam objetos ou situações que ainda existem na cidade, no bairro ou em sua própria casa.

Veja a explicação dessa atividade e material para download no artigo abaixo.

11. Escolas, cadernetas e boletins escolares

Atividade com fotografias de salas de aula do passado, cadernetas e boletins escolares. Os(as) alunos devem examinar as fotos e responder perguntas que vão orientando a percepção de mudanças e permanências no cotidiano escolar.

A dinâmica é muito envolvente pois pode se estender para a coleta de documentos escolares junto à família ou a investigação nos arquivos da escola.

Veja a explicação dessa atividade e material para download no artigo abaixo.

12. Nossa percepção do tempo está correta?

Artigo instigante que compara fatos no tempo mostrando que o passado pode estar mais perto do presente do que imaginamos. O artigo pode ser usado como motivador para uma discussão sobre a noção de tempo com o 6° ano ou mesmo com turmas de anos mais adiantados.

Leia artigo: 10 Fatos que mexem com a nossa percepção de tempo

13. Para o professor preparar sua aula

Sobre a divisão da História em períodos, veja o artigo: A periodização da História: uma discussão sem fim

Resumo e mapa mental sobre a História e sua pesquisa veja no site STUD HISTÓRIA. Clique aqui.

Sobre os conceitos abaixo (e outros), busque no dicionário “Qq’isso?” do site STUD HISTÓRIA. Clique aqui.

  • calendário
  • Era Cristã
  • fonte histórica
  • patrimônio cultural

Veja também

Doação
Doação

Estamos no limite de nossos recursos 😟 O site Ensinar História produz conteúdo de qualidade sem custos, sem propaganda e sem restrições aos seguidores. Contribua com nosso projeto realizando uma doação.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: