DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

Construir uma linha de tempo com a história dos brinquedos

11 de junho de 2021

11
compartilhamentos

Para os alunos mais novos compreenderem a noção de tempo, os professores lançam mão de uma série de recursos como fotografias, objetos domésticos, folhinhas e calendários, história da família entre outros. As crianças, em geral, respondem bem à proposta do professor e se mobilizam para reunir os materiais sugeridos.

Esse tipo de atividade exige do professor habilidade para trabalhar fontes tão diversas e pessoais buscando estabelecer uma explicação coerente sobre tempo histórico. Ao final, é inevitável que a aula se configure em uma apresentação de variedades e curiosidades, pelo caráter heterogêneo dos materiais recolhidos.

O desafio que propomos é trabalhar a noção de tempo por meio de uma atividade mais focada no interesse dos alunos. Para isso, sugerimos os brinquedos e sua história como fonte de estudo. A atividade envolve pesquisa, a elaboração de cartões e a montagem de uma linha de tempo no formato de varal em sala de aula.

Público alvo

A atividade pode ser aplicada a alunos do 5º ao 9º anos considerando o objetivo a ser alcançado.

Para alunos do 5º e 6º anos, objetiva-se trabalhar a compreensão do tempo histórico. Daí a importância da construção da linha do tempo para desenvolver a percepção da sequência cronológica.

Para alunos do 7º ao 9º ano, o foco é a história cultural destacando a indústria de brinquedos como parte dos interesses do capitalismo industrial e financeiro e formadora de hábitos e interesses de crianças e jovens.

Descrição breve da atividade

  • Pesquisar a história dos brinquedos.
  • Elaborar uma síntese do brinquedo pesquisado em um cartão ilustrado.
  • Montar uma linha de tempo em formato de varal com os cartões ilustrados.
  • Discutir noções de tempo histórico a partir da observação do varal de brinquedos.

Habilidades desenvolvidas

  • Selecionar o(s) brinquedo(s) a serem pesquisados.
  • Pesquisar na Internet.
  • Extrair as informações mais importantes.
  • Elaborar uma síntese da história do brinquedo.
  • Colocar em sequência cronológica os cartões.
  • Perceber a historicidade dos brinquedos.

 Reflexões e discussões propiciadas

  • Compreender termos e conceitos temporais: por volta de, cerca de, século, início do século, final do século, década.
  • Definir um critério da origem do brinquedo: ano de lançamento, origem remota, data do achado arqueológico, ano de registro da patente etc.
  • Distinguir informações importantes de informações complementares, fatos de conjecturas.
  • Observar interferências ou interesses mercadológicos no sucesso de um brinquedo (propaganda, escolha de formatos, cores etc.).
  • Perceber os interesses econômicos na fabricação de um brinquedo (vendas, registro de patente, lançamento de novos modelos etc.).

Essas reflexões vão depender muito do nível cognitivo da turma bem como da fonte pesquisada. Neste segundo quesito, indicamos como referência de pesquisa os artigos “História dos Brinquedos” no site Stud História que reúne os vinte brinquedos mais populares do mundo. São eles:

Veja a história desses brinquedos no site STUD HISTÓRIA.

A lista acima é intencionalmente diversificada reunindo brinquedos tradicionais e de origem milenar, com brinquedos eletrônicos mais recentes. Isso permite estender a atividade para tempos remotos e trabalhar diferentes temporalidades.

Materiais necessários

  • Acesso à Internet (na sala de aula ou laboratório de informática).
  • Cartolina colorida cortada em formato de cartões de 10-12 cm x 15-17 cm.
  • Corda de varal ou barbante, prendedores de roupa.

Plano de aula

Comece a aula fazendo um brainstorming com os alunos sobre os brinquedos e jogos mais vendidos ou que eles gostam mais.

Faça uma lista desses brinquedos na lousa.

É provável que a maioria dos brinquedos mencionados sejam lançamentos recentes.

Lance algumas perguntas sobre a historicidade dos brinquedos:

  • Esses brinquedos são novos no mercado ou já existem há anos?
  • Quais desses brinquedos vocês acham que serão lembrados daqui a 5 ou 10 anos?
  • Que brinquedos vocês acham que existem há 10 anos ou mais?

Passe essas informações para a lousa e reserve para referência futura. Fotografe a lousa, assim, caso a aula se estenda para outro dia, as informações estão registradas.

Forneça aos alunos uma lista de brinquedos para pesquisarem. Sugerimos a seção “História dos Brinquedos” do site Stud História.

Página do site Stud História com os artigos sobre a história de cada brinquedo.

Elaboração dos cartões

Divida a turma em grupos ou duplas. Você pode atribuir a cada grupo ou dupla 1 a 3 brinquedos da lista para pesquisar. Deixe os alunos escolherem o que desejam pesquisar.

Depois de coletar informações sobre esses brinquedos, eles podem usar o restante de seu tempo para pesquisar outros brinquedos da lista de brainstorming ou para descobrir informações sobre brinquedos que não estão na lista.

As informações mais importantes que os alunos do 5º e 6º anos devem buscar são:

  • A data de origem do brinquedo ou desde quando ele é conhecido;
  • Onde surgiu (país, sociedade, continente).

Informações complementares podem ser interessantes, por exemplo:

  • Inventor do brinquedo;
  • Trata-se de um brinquedo exclusivamente para crianças ou adultos também brincam com ele.
  • É um brinquedo só para diversão ou tem alguma função educativa.

Distribua os cartões destinando 1 cartão para cada brinquedo. Oriente os alunos sobre o que cada cartão deve ter:

  1. Na primeira linha: nome do brinquedo, ano/século de origem ou lançamento, local de origem. Escrever em letras e números grandes e em negrito.
  2. Uma ilustração do brinquedo (desenhado a mão, recortada de uma revista ou extraído da internet)
  3. Um parágrafo de informações pesquisadas interessantes sobre o brinquedo.

Os alunos também podem usar a tecnologia disponível – incluindo processamento de texto e Photoshop ou programas de ilustração – para criar seus cartões de história do brinquedo.

Montagem da linha do tempo

Uma linha do tempo em formato de varal tem a facilidade de inserir novos cartões ou mudá-los de posição.

Amarre a corda ou barbante junto a uma parede ou atravessando a sala de aula.  A essas alturas, você, professor, já tem uma ideia das datas dos brinquedos pesquisados pelos alunos. Pode, então, organizar a turma para facilitar a colocação dos cartões. Por exemplo, reúna os alunos por períodos de tempo: brinquedos da Antiguidade, brinquedos anteriores a 1900, brinquedos entre 1901 e 1960, brinquedos de 1961 até hoje.

Feito esse agrupamento por períodos, deixe os alunos fixarem os cartões respeitando a sequência cronológica.

Aproveite a oportunidade para dividir a linha de tempo por século, década ou período histórico. Pergunte aos alunos como fazer esses marcadores: usar papel ou fita colorida, bandeirinhas, prendedores de cores diferentes etc.

Avaliação

Com o varal pronto e todos os cartões presos em ordem cronológica, faça um fórum de debates com a turma. Você pode retomar os comentários dos alunos, feitos no início da atividade, antes da pesquisa (aquelas anotadas na lousa): O que mudou? O que vocês aprenderam com a pesquisa que fizeram?

Outras questões relativas à noção de tempo podem ser colocadas observando o varal dos brinquedos:

  1. Com quais brinquedos seus pais poderiam ter brincado? (Estabeleça, por referência, uma década provável do nascimento dos pais.)
  2. Esses brinquedos foram lançados na infância de seus pais ou eram mais antigos?
  3. Quais brinquedos tiveram um tempo curto de duração?
  4. Quais brinquedos tiveram um tempo longo de duração?
  5. Quais brinquedos podemos dizer que são milenares?
  6. Quais brinquedos existem há décadas? (Estabeleça por referência, um número de décadas.)

Fonte

  • ATZINGEN, Cristina Von. A História dos Brinquedos. Para as crianças conhecerem e os adultos se lembrarem, São Paulo: Alegro, 2001.
  • BENJAMIN,Walter. História do Brinquedo, da criança e da educação. São Paulo: Ed.34: Duas Cidades, 2002.
  • BROUGÈRE,G. Brinquedos e companhia. São Paulo: Cortez, 2004.
  • The Strong. National Museum of Play. Nova York.
  • Science Museum. Londres, Inglaterra.
  • Uma breve História sobre Brinquedos. National Geographic. 7 dez 2020.
  • História dos Brinquedos. Stud História.
Doação
Doação

Estamos no limite de nossos recursos 😟 O site Ensinar História produz conteúdo de qualidade sem custos, sem propaganda e sem restrições aos seguidores. Contribua com nosso projeto realizando uma doação.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: