DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

A Revolução Francesa: análise de um infográfico em sala de aula

22 de outubro de 2021

5
compartilhamentos

A Revolução Francesa foi um acontecimento de excepcional significado na história contemporânea, responsável por profundas transformações políticas, sociais e econômicas, ocorrido na França a partir de julho de 1789 e só encerrado em 1799 com a consolidação dos princípios republicanos burgueses. A importância da Revolução Francesa reside, também, em suas repercussões no mundo ocidental especialmente na difusão do princípio da igualdade entre os homens e na consequente abolição de privilégios sociais e políticos.

A Revolução Francesa é um tema amplo e complexo para tratar em sala de aula. Primeiro por sua extensão temporal (1789-1799) e a multiplicidade de acontecimentos desse período. Segundo, pela diversidade de conceitos que envolve: Antigo Regime, absolutismo, sociedade de ordens, burguesia, igualdade perante a lei, cidadania, direitos do homem, revolução entre outros.

Neste sentido, o infográfico é um recurso pedagógico eficiente pois traz as informações importantes e mostra as conexões entre elas em uma apresentação gráfica enxuta e objetiva.

O infográfico pode ser projetado na tela para a turma analisar coletivamente ou distribuído em cópias impressas para os alunos.

O trabalho pode ser feito individualmente, em dupla ou trio. É importante que os alunos busquem a resposta das questões no próprio infógrafico. Podem, porém, pesquisar em outra fonte para enriquecer sua resposta.

Infográfico da Revolução Francesa e atividades

Para fazer o download do material, preencha os campos abaixo.

Preencha o formulário acima para baixar o infográfico em alta resolução e no tamanho A-4.

Material do download:
  • Infográfico (1 página tamanho A-4)
  • 15 Questões com espaço para responder (3 páginas)

1. O que foi a Revolução Francesa?

  • R.: Foi um movimento ocorrido entre os anos 1789-1799 que pôs fim ao Antigo Regime e marcou o início da burguesia liberal no poder.

2. O que quer dizer “Antigo Regime”?

Dica: Consulte o dicionário QQ’Isso? do site Stud História; busque “Antigo Regime”:

  • R.: O termo se refere à política absolutista e à sociedade de privilégios que existiram na França entre os séculos XVI e XVIII.

3. Quem governava a França no momento que ocorreu a revolução? Sob qual forma de governo e regime político?

Dica: Consulte o dicionário QQ’Isso? do site Stud História; busque “governo”.

  • R.: Governava a França o rei Luís XVI, sob um governo monárquico e regime absolutista.

4. Mencione uma causa econômica, uma social e uma política que levaram à revolução.

  • R.: Econômica: Crise que levou camponeses e sans-culottes à miséria e à fome. Social: Desigualdade social com uma minoria (1º e 2º Estados) tendo privilégios e a maioria (3º Estado) pagando impostos e sem direitos. Política: Insatisfação da burguesia em não ter acesso ao poder.

5. Quem eram os sans-culottes?

Dica: Consulte o dicionário QQ’Isso? do site Stud História; busque “sans-culottes”.

  • R.: Sans-culottes eram os grupos urbanos populares, especialmente parisienses.
  • Professor: peça para os alunos identificarem os sans-culottes nas ilustrações do infográfico.

6. O que fez o rei Luís XVI diante da crise que o país passava?

  • R.: Luís XVI convocou a Assembleia dos Estados Gerais que se reuniu em maio de 1789.

7. O que era a Assembleia dos Estados Gerais? Qual a sua função? Ela podia legislar?

Dica: Consulte o dicionário QQ’Isso? do site Stud História; busque “Estados Gerais”.

  • R.: Era a assembleia que reunia representantes dos três Estados. Sua função era consultiva, isto é, aconselhar o rei. Não criava leis.
  • Professor: aproveite para explicar que o absolutismo não era um regime tirânico, autoritário e com poder ilimitado do rei, como muitos supõe. Aliás, o termo “absolutismo” sequer existia antes do século XVIII. O rei absolutista seguia as leis e costumes do reino, e aconselhava-se com seus ministros, nobres e clero. Busque informações no verbete “Absolutismo”, no dicionário QQ’Isso? do site Stud História. Veja a respeito no artigo 15 Coisas que você (talvez) não saiba sobre a Revolução Francesa, itens 1, 2 e 3.

8. Qual foi o impasse que interrompeu a Assembleia dos Estados Gerais?

  • R.: O impasse foi o sistema de votação: o 1º e 2º Estados queriam voto por estado, enquanto o 3º Estado queria voto por cabeça
  • Professor: enriqueça a explicação mostrando aos alunos a composição numérica de cada Estado na assembleia. Busque essas informações no verbete “Estados Gerais” no no dicionário QQ’Isso? do site Stud História.

9. Qual era a função da Assembleia Nacional Constituinte? Essa assembleia era, de fato, “nacional”?

  • R.: Era elaborar uma Constituição, a primeira da França. Não era exatamente uma assembleia “nacional” pois não contava com os representantes do 1º e 2º Estado, mas somente do 3º Estado. Estes, porém, eram a maioria da população.
  • Professor: destaque a importância histórica da Assembleia Constituinte que rompe com o caráter meramente consultivo das assembleias anteriores para se tornar uma instituição participativa. Lembre os alunos que a ideia da Constituição é fruto do pensamento iluminista que criticava o poder absoluto do rei. Relacione com a Revolução Americana que, a essas alturas, já havia promulgado uma Constituição para os Estados Unidos.

10. Por que a queda da Bastilha é considerada o fato que marcou o início da revolução? Quando ocorreu?

  • R.: Foi o primeiro movimento popular contra o governo e dirigido contra o símbolo da injustiça do poder do rei. Ocorreu em 14 de julho de 1789.
  • Professor: aprofunde o tema explicando sobre o mito da Bastilha e a demolição da fortaleza. Veja a respeito no artigo 15 Coisas que você (talvez) não saiba sobre a Revolução Francesa, itens 5 e 6.

11. A queda da Bastilha significou a queda do governo e o fim da monarquia?

12. Que medidas marcaram, de fato, o fim do Antigo Regime? Quem determinou essas medidas?

  • R.: O fim da servidão, o fim dos privilégios dos nobres e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão – medidas tomadas pelos deputados da Assembleia Nacional Constituinte em agosto de 1789.
  • Professor: destaque a importância da função legislativa da assembleia. Foi por meio dessas leis que a revolução atingiu seus objetivos. Aprofunde o tema explicando a importância das medidas aprovadas pelos deputados. Veja a respeito no artigo 15 Coisas que você (talvez) não saiba sobre a Revolução Francesa, itens 8 e 9.

13. Pode-se dizer que o fim do absolutismo na França ocorreu em duas etapas? Explique.

  • R.: Sim. Primeiro foi abolido o poder absoluto do rei com a aprovação de uma Constituição que passou a regular o poder real. Depois, o próprio rei foi eliminado, com a extinção da monarquia, a proclamação da República e a execução de Luís XVI.
  • Professor: as informações do infográfico terminam aqui, mas você pode estender o tema explicando o desenrolar dos acontecimentos com o período do Terror. Veja a respeito no artigo 15 Coisas que você (talvez) não saiba sobre a Revolução Francesa, itens 11 a 15.

14. Faça uma linha de tempo marcando os principais acontecimentos da Revolução Francesa, de maio de 1789 a janeiro 1793.

  • Professor: a linha de tempo deve assinalar os seguintes fatos históricos:
  • Maio/1789:  Assembleia dos Estados Gerais
  • 14/julho/1789: Queda da Bastilha
  • Agosto/1789: abolição da servidão, dos privilégios e aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e Cidadão.
  • Outubro/1789: Luís XVI levado a Paris.
  • 1791: Monarquia Constitucional
  • 1792: República.
  • 1793: Execução de Luís XVI.

15. Depois de ler e analisar o infográfico, defina com suas próprias palavras o que é “revolução”. Justifique sua resposta explicando porque a Revolução Francesa foi, de fato, uma revolução.

Dica: Consulte o dicionário QQ’Isso? do site Stud História; busque “revolução”.

  • R.: Revolução é um movimento de mudanças abruptas e profundas que alteram as estruturas da sociedade. No caso da Revolução Francesa, essas mudanças foram a abolição da servidão e dos privilégios, e a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e Cidadão.
  • Professor: reforce que o caráter revolucionário de 1789 não está na queda da Bastilha, mas nas mudanças que ocorreram a partir desse fato.

Mais sobre a Revolução Francesa

Doação
Doação

Estamos no limite de nossos recursos 😟 O site Ensinar História produz conteúdo de qualidade sem custos, sem propaganda e sem restrições aos seguidores. Contribua com nosso projeto realizando uma doação.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: