DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

TelegramEstamos também no Telegram, siga nosso grupo. Estamos no TelegramAcesse Siga

Inauguração da Torre Eiffel, Paris, França

31 de março de 1889

7701
Visitas

17
compartilhamentos

Acessibilidade

Em 31 de março de 1889, foi inaugurada oficialmente a Torre Eiffel, em Paris, na França, para servir de arco de entrada da Exposição Universal de 1889 em comemoração ao centenário da Revolução Francesa. Era para ser uma estrutura temporária por vinte anos. Quando o contrato expirou, em 1909, a Torre Eiffel quase foi demolida, mas o seu valor como uma antena de transmissão de rádio a salvou. Os últimos vinte metros da torre correspondiam à antena de rádio que foi adicionada posteriormente. Acabou se tornando um ícone mundial da França.

O nome homenageia seu projetista, o engenheiro Gustave Eiffel. Tem 324 metros de altura e possuía 7.300 toneladas quando foi construída. Quando o projeto foi apresentado em 1885, Eiffel justificou-o mencionando o que a torre iria simbolizar:

“Não só a arte da engenharia moderna, mas também o século da Indústria e da Ciência em que estamos vivendo, e para o qual foi preparado o caminho pelo grande movimento científico do século XVIII e pela Revolução de 1789, para a qual este monumento será construído como uma expressão de gratidão da França.”

Antes mesmo de ser construída, obra recebeu muitas críticas de intelectuais e famosos que considerava o projeto desproporcional e muito feio. Gustave Eiffel respondeu às críticas: “A torre será o edifício mais alto que os homens já construíram. Portanto, será tão grandiosa à sua maneira. E por que o que é admirável no Egito [referindo-se às pirâmides] deve se tornar hediondo e ridículo para a humanidade? Paris? “.

Caricatura de Gustave_Eiffel comparando o tamanho de sua torre ao das pirâmides do Egito. Publicado em “Le Temps”, 14 de fevereiro de 1887.

Nas fotos abaixo, a sequência passo a passo da construção da Torre Eiffel iniciada em julho de 1887.

O contrato para a construção da Torre Eiffel foi assinado em 8 de janeiro de 1887 e as obras foram iniciadas em junho daquele ano.

Gustave Eiffel recebeu 1,5 milhão de francos para os custos de construção, muito menos do necessário que era cerca de 6,5 milhões de francos. Foi, contudo, concedido o direito de receber todas as receitas provenientes da exploração comercial da torre durante a exposição e nos vinte anos seguintes. Eiffel mais tarde criou uma empresa específica para gerir a torre, colocando ele mesmo a metade do capital necessário

A torre manteve-se como o monumento mais alto do mundo por mais de quarenta anos até ser destronada em 1930 pelo Edifício Chrysler, de Nova York, que tem 329 metros de altura.

Ao todo, desde a abertura, já recebeu um total de 244 milhões de visitantes. Em 2017 teve 6,2 milhões de visitantes e a empresa que gere o monumento (Société d’exploitation de la Tour Eiffel – SETE) registrou um volume de negócios de mais de 73 milhões de euros.

Parte do chão do primeiro andar da torre passou a ser de vidro transparente, para permitir aos visitantes verem Paris debaixo dos seus pés, a 57 metros de altura. A partir de 2014 passou também a produzir parte da energia de que precisa para funcionar, bem como a permitir um melhor acesso de pessoas com mobilidade reduzida ao espaço do primeiro andar.

Algumas curiosidades sobre a Torre Eiffel

  • É possível subir de escada até o topo da torre Eiffel. São 1.665 degraus!
  • Em baixas temperaturas, o metal faz com que a torre encolha até 15 centímetros. No verão, a Torre Eiffel cresce 15 centímetros devido à dilatação térmica do ferro.
  • O vento que atinge o alto da Torre pode oscilar sua estrutura em até sete centímetros.
  • A construção da torre levou exatamente 2 anos, dois meses e cinco dias – 180 anos a menos do que uma outra grande atração turística parisiense, a catedral de Notre Dame.
  • O engenheiro Eiffel também participou do projeto das partes internas da Estátua da Liberdade, nos Estados Unidos.
  • Entre 1940 e 1944, durante a ocupação nazista em Paris, na II Guerra Mundial, os cabos dos elevadores da torre foram cortados, sendo que a visitação foi proibida ao público. No topo da torre foi fixada uma suástica nazista.
  • A cada sete anos a torre Eiffel é pintada para manter o “visual”. Para isso são necessárias 60 toneladas de tinta!
  • A fabricante de carros francesa Citröen usou a torre como um outdoor gigante entre 1925 e 1934. O nome da empresa foi estampado na estrutura com milhares de lâmpadas, foi o maior anúncio do mundo, segundo o Guinness Book.
  • O ranking de turistas que mais visitam a estrutura anualmente é o seguinte: 1º lugar: franceses (10,4%); 2º lugar: italianos e espanhóis (8,1% cada); 3º lugar: norte-americanos (7,9%); 4º lugar: ingleses (7,4%); 5º lugar: alemães (5,8%); 6º lugar: brasileiros (5,5%).
  • Durante a I Guerra Mundial, em 1914, a Torre Eiffel serviu como torre de rádio enviando sinais para as tropas francesas na linha de frente.
  • Em 1960, o presidente francês Charles de Gaulle, negociou um acordo secreto com o prefeito de Montreal, Jean Drapeau, para desmontar a Torre Eiffel e transferi-la, temporariamente, para a Exposição Universal de 1967, no Canadá. Felizmente o acordo nunca foi concretizado pois a empresa que gerenciava a torre vetou a negociação com medo de que a torre nunca mais fosse trazida de volta.
  • Poucas pessoas sabem que é proibido tirar fotos da torre durante a noite, quando as luzes estão acesas. Para isso, deve-se antes entrar em contato com a “Société Nouvelle d’ Exploitation de la Tour Eiffel” (SNTE) e pagar uma taxa de direitos autorais. Isso não é necessário durante o dia.
  • No século XX, 72 dos mais renomados cientistas da França entre engenheiros e pessoas notáveis foram filmados na base da torre.
  • Gustave Eiffel foi motivo de inveja para muitos parisienses, não por ter sido o engenheiro que construiu a torre, mas por ele ter um apartamento privado no topo dela, onde quase ninguém tinha acesso.
  • A Torre Eiffel tem um bunker em seu subsolo. É um esconderijo secreto que serviu de refúgio para os bombardeios e durante os ataques da guerra. Há um tour que leva os turistas até ele.
  • A Torre Eiffel já foi usada para aplicar golpes. Um golpista que enganou diversos empresários dizendo-se representante do governo francês a procura de candidatos para comprar o ferro da torre. Alguns empresários acreditaram e acabaram pagando por sua fatia da torre. O golpista desapareceu com o dinheiro.

Saiba mais

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: