DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

TelegramEstamos também no Telegram, siga nosso grupo. Estamos no TelegramAcesse Siga

Avaliação diagnóstica de aprendizagem – História, 6º ano

21 de agosto de 2022

18701
Visitas

45
compartilhamentos

Acessibilidade
Array ( [0] => WP_Term Object ( [term_id] => 3080 [name] => 6 ano [slug] => 6-ano [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 3080 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 1 [filter] => raw ) [1] => WP_Term Object ( [term_id] => 309 [name] => avaliação [slug] => avaliacao [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 309 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 7 [filter] => raw ) [2] => WP_Term Object ( [term_id] => 3073 [name] => dinâmica [slug] => dinamica [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 3073 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 4 [filter] => raw ) [3] => WP_Term Object ( [term_id] => 310 [name] => prova [slug] => prova [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 310 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 9 [filter] => raw ) [4] => WP_Term Object ( [term_id] => 314 [name] => testes [slug] => testes [term_group] => 0 [term_taxonomy_id] => 314 [taxonomy] => post_tag [description] => [parent] => 0 [count] => 10 [filter] => raw ) )

Elaboramos 15 testes para serem aplicados no 6º ano para avaliar que conteúdo do 5º ano foi aprendido e fixado pelo aluno.

O objetivo da avaliação diagnóstica é verificar se os alunos apresentam ou não domínio dos pré-requisitos necessários (conhecimentos e habilidades) para novas aprendizagens, identificar eventuais problemas de aprendizagem e traçar rotas de ensino-aprendizagem para suprir as necessidades dos estudantes.

Nesse sentido, “a avaliação escolar é um meio e não um fim em si mesma; está delimitada por uma determinada teoria e por uma determinada prática pedagógica” (CALDEIRA, 2000, p.122). Serve, portanto de subsídio para planejar o ensino.

Não há um modelo definido de avaliação diagnóstica. Cada professor, conforme sua disciplina e os pré-requisitos necessários, elabora atividades que permitam estabelecer um panorama dos conhecimentos adquiridos pelos estudantes. O professor pode lançar mão de diferentes modelos para uma avaliação diagnóstica, entre eles:

  • Aplicação de exercícios, testes, prova dissertativa, redação.
  • Autoavaliação dos estudantes.
  • Discussão coletiva, entrevista com os alunos.
  • Consulta do histórico escolar, das provas e atividades realizadas.
  • Consulta do material didático utilizado no ano anterior.

Avaliação diagnóstica do 6º ano

A avaliação diagnóstica que elaboramos para o 6º ano abrange as habilidades propostas pela BNCC para o 5º ano. Permitem verificar o conteúdo de História aprendido e fixado pelos estudantes.

Para fazer o download da avaliação diagnóstica do 6º ano, preencha os campos abaixo.

São 15 testes com três alternativas que contemplam o seguinte conteúdo:

  • Nomadismo e sedentarismo.
  • Identificação de fonte histórica.
  • Noção de tempo (passado e presente).
  • A escrita como marco da passagem da Pré-História para a História.
  • Diversidade religiosa: o papel das religiões na composição identitária das sociedades.
  • Compreensão dos conceitos de República, Monarquia e democracia.
  • Noção de cidadania e direitos sociais

Cabe ao professor avaliar a pertinência de cada teste e, se necessário, excluir ou adaptar conforme seus objetivos pedagógicos. Os testes têm enunciados curtos para não tornar a avaliação muito pesada aos alunos.

A aplicação dos testes deve ser feita em um clima amistoso e de confiança que em nada lembre uma prova tradicional. Explique e repita para os estudantes que o teste não vale nota, não tem caráter punitivo nem classificatório. É apenas um mapa cognitivo da turma.

É interessante, também, pedir aos alunos para grifarem as palavras que não conhecem. Da mesma maneira, peça-lhes para deixar em branco o que não souberem responder – lembre-se, a ausência de respostas é também uma avaliação diagnóstica.

Ao final dos testes, uma pergunta permite que o aluno se posicione: “O que você mais gostou de estudar na matéria de História no ano passado?

RESPOSTAS DA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DO 6º ANO

1) B      2) C     3) A     4) A     5) C     6) B     7) B     8) A

9)

  1. Sinagoga – menino lendo a Torá;
  2. Igreja – meninos recebendo a primeira comunhão;
  3. Mesquita – menina lendo o Alcorão;
  4. Casa de Oxumaré – menina participa da festa de Iemanjá.

10) A     11) C     12) C     13) B     14) C     15) C

Outras habilidades a observar na avaliação

Para além de verificar o conteúdo apreendido pelo aluno, fique atento, professor, qual o grau de domínio de leitura e compreensão dos enunciados. Isso fornece indícios sobre a habilidade do estudante em ler e interpretar textos – habilidade essencial para a aprendizagem de História.

Nesse sentido, procure identificar o tipo de dificuldade do estudante para responder os testes: se é desconhecimento do assunto ou se o problema é compreender o texto.

Nesse modelo de avaliação diagnóstica, ficaram de fora outras habilidades cognitivas como:

  • Expressar oralmente ideias e conhecimentos.
  • Produzir textos com coerência, ideias claras e fundamentadas.
  • Elaborar questionamentos, argumentos e proposições.
  • Relacionar acontecimentos e processos de transformação.
  • Compreender a historicidade e contextualizar fenômenos históricos.

O professor tem pela frente um ano inteiro para trabalhar essas e outras habilidades.

Fonte

CALDEIRA, Anna M. Salgueiro. Avaliação e processo de ensino-aprendizagem. Belo Horizonte: Presença Pedagógica, v. 3, p. 53-61, set./out. 1997.

Veja mais

Doação
Doação

Estamos no limite de nossos recursos 😟 O site Ensinar História produz conteúdo de qualidade sem custos, sem propaganda e sem restrições aos seguidores. Contribua com nosso projeto realizando uma doação.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog:

    0
    Would love your thoughts, please comment.x