DoaçãoPrecisamos do seu apoio para continuar com nosso projeto. Porque e como ajudar

Guerras Púnicas: o cartaginês Aníbal derrota os romanos

02 de agosto de 216 a.C

1
compartilhamentos

Em 2 de agosto de 216 a.C., o chefe cartaginês Aníbal Barca derrotou o exército romano comandado por Varrão em Canas, no sul da península Itálica. A esmagadora vitória cartaginesa é conhecida também como Batalha da Aniquilação sendo, provavelmente a pior derrota militar que romanos sofreram em toda sua História. Roma contava com 86 mil soldados, o maior exército reunido até então, o dobro do efetivo militar de Aníbal. Ao final, apenas 10 mil romanos sobreviveram. Além dos legionários, Roma perdeu no combate um cônsul, 29 tribunos e 80 senadores. Varrão sobreviveu à batalha e fugiu para a região da Puglia mandando avisar ao Senado romano que fechasse as portas da cidade, pois Roma estava indefesa.

Os romanos demonstraram em Canas que não tinham tática alguma, simplesmente agiram com força bruta contra um oponente ágil,  inteligente e com táticas inesperadas. Aníbal já havia surpreendido os romanos quando, dois anos antes, invadiu a península Itálica por terra e não por mar como se esperava então. Marchou com suas tropas do sul península Ibérica em direção leste, atravessou os Alpes e cruzou o vale do rio Pó. Ainda venceu os romanos em outras três batalhas que se seguiram até esmagá-los em Canas em 2 de agosto de 216.

Abertura

  • Aníbal vitorioso percorre o campo de batalha de Canas enquanto seus soldados pilham os corpos dos legionários romanos, gravura de Heinrich Leutemann, c. 1880.

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: